sábado, 4 de agosto de 2012

ACREDITANDO NO INACREDITÁVEL




E trouxeram-lho; quando ele viu a Jesus, o espírito imediatamente o agitou com violência, e, caindo ele por terra, revolvia-se espumando. Perguntou Jesus ao pai do menino: Há quanto tempo isto lhe suce­de? Desde a infância, respondeu; e muitas vezes o tem lançado no fogo e na água, para o matar; mas, se tu podes alguma coisa, tem compaixão de nós e ajuda-nos. Ao que lhe respondeu Jesus: Se tu podes crer! Tudo é possível ao que crê. Marcos 9:20-23

O único lugar que conheço nas Escrituras onde Jesus fez esse tipo de declaração é nessa passagem. O pai olhou para o filho e depois, voltando-se para Jesus, disse: - Senhor, se pode ajudar...

Se pode! Olhe, sou um especialista nesse tipo de coisa. Para você é impossível, mas para mim isso é nada — disse Jesus.

A resposta do pai é digna de elogios. Quando compre­endeu que devia confiar inteiramente e não mais afligir-se, clamou: "Eu creio! Ajuda-me na minha falta de fé!" (v. 24).

Tenho a certeza de que alguns dos leitores estão en­frentando algum tipo de problema incrível, que ninguém poderia imaginar. Chegaram ao fim absoluto. Não há nada a fazer — zero.

O que Deus está lhe dizendo agora?

"Tudo é possível para aquele que se preocupa"? Não.

"Tudo é possível para aquele que tenta resolver"? Também não.

"Tudo é possí­vel ao que crê." A história em Marcos 9 revela, natural­mente, que Jesus salva a vida do menino, livrando-o do espírito maligno e curando-o.

A obra que Deus quer realizar não vai acontecer en­quanto você fica sentado lendo. Vai realizar-se quando a pressão da impossibilidade pesar sobre os seus ombros.

Filho de Deus, aprenda um segredo familiar. Deus se espe­cializa em coisas que julgamos totalmente impossíveis.

Mas, por ser um cavalheiro, ele não as arranca das suas mãos se você insistir em mantê-las. "O Senhor espera, para ter misericórdia de vós", diz Isaías. "E se detém para se compadecer de vós" (Isaías 30:18).

A sua situação impossível pode ser um casamento que está quase naufragando.

Pode ser um romance destruído que o deixou decepcionado.

Pode ser um hábito terrível que você não consegue vencer.

Pode estar ligada ao seu trabalho ou à sua profissão, ou talvez à sua escolaridade.

Você pode estar financeiramente falido.

Quem sabe é um relaciona­mento agora tão tenso e pressionado que não dá para lidar com ele.

Se parecer impossível para você, solte as rédeas! Peça a Deus, com fé absoluta, que tome o controle.

Todos encontramos uma série de grandes oportuni­dades brilhantemente disfarçadas em situações im­possíveis.

Você teme transpor algum rio? Subir algum monte?


Extraído do Livro PERSEVERANÇA de Charles Swindoll
Por Litrazini
Fonte:http://www.reflexoesevangelicas.com.br


Postar um comentário