terça-feira, 10 de abril de 2012

Passaporte ao Paraíso

:



Nova vida, dada a um malfeitor moribundo, pelo Rei da vida eterna.
"E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso." Luc. 23:43.
Deus se importa com a alma das pessoas em particular. Homens que tratam com outros homens em grande escala tendem a perder a visão de indivíduos e só pensam em grupos ou massas. Mas Deus jamais faz isto. Pelo contrário, muitas vezes ele parece dar mais atenção a uma alma em particular do que a uma multidão de outras. E a alma que atrai sua atenção é a que o busca com fé. Era assim a alma do malfeitor a quem Jesus falou as palavras em nosso texto.
Dois criminosos, ou malfeitores, como Lucas se refere a eles, foram crucificados com Jesus. Mateus e Marcos os chamam de ladrões, e Marcos acrescenta que assim as Escrituras se cumpriram: "E com os malfeitores foi contado." Um que só fizera o bem e dois que só haviam feito o mal: foram crucificados juntos. Da salvação de um dos malfeitores podemos tirar lições importantes.
UMA NECESSIDADE
Com certeza é óbvio que estes dois ladrões precisaram desesperadamente de salvação. A vida deles aqui na terra fora arruinada e estava quase no fim. Acima de tudo precisaram da salvação espiritual para a vida vindoura. Com certeza necessitaram de perdão para os pecados, livramento do castigo eterno e entrada num mundo melhor.
Da mesma maneira, eu e você também precisamos da salvação do Senhor. Embora haja diferenças na variedade e grau de pecado, não existe diferença no fato de que?"todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus." Rom. 3:23. "Não há homem justo sobre a terra, que faça bem, e nunca peque." Ecl. 7:20.
GRAÇA NA SALVAÇÃO
Um malfeitor foi salvo ao passo que o outro continuou perdido. Por que? Lógico que não foi porque um era melhor do que o outro. Ambos foram chamados ladrões, transgressores e malfeitores. Ambos, durante algum tempo, zombaram e blasfemaram de Jesus. Mat. 27:4, Mc. 15:32. Mas um, finalmente, mudou de idéia e repreendeu seu antigo companheiro de crimes.
"Tu nem ainda temes a Deus, estando na mesma condenação? E nós, na verdade, com justiça, recebemos o que nossos feitos mereciam; mas este nenhum mal fez." Luc. 23:40-41.
A graça divina mudou o modo de pensar deste homem e por isso ele trocou de lado. Agora censurava o pecado, confessava sua própria culpa e justificava a Deus. É sempre assim que acontece quando a graça de Deus traz um pecador ao arrependimento.
Se este pecador tivesse que ser salvo, seria unicamente pela graça. Ele estava numa posição onde não podia fazer nada para sua salvação. E o mesmo acontece com cada pecador, seja qual for sua condição ou meios, porque a única salvação dada por Deus aos pecadores é pela graça. Ele nunca salvou ninguém de outro modo nem nunca fará.
A SALVAÇÃO SIMPLES
O ladrão moribundo foi salvo do mesmo modo que Abraão e Paulo foram salvos, do único modo que qualquer pecador foi ou pode ser salvo, através da simples fé em Jesus Cristo. "Portanto é pela fé, para que seja segundo a graça." Rom. 4:16.
Sem dúvida, este moribundo passou por uma mudança de mente e coração tão grande que se tivesse tido tempo e oportunidade, viveria de modo diferente dali por adiante. Mas agora era tarde demais por isso.
Não poderia se tornar membro de uma igreja, pois os membros estavam espalhados e sem condições de recebê-lo. Não podia ser batizado, pois se encontrava pregado numa cruz. Ainda bem que Deus nunca disse a ninguém para se tornar membro de uma igreja ou ser batizado para ser salvo do inferno.
"Mas aquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça." Rom. 4:5. Este ladrão moribundo já não tinha condições de fazer nenhuma obra, mas pela graça de Deus podia crer; e isto é tudo o que o pecador precisa para ser salvo. É tão simples, que se tornou oculta "aos sábios e entendidos," mas foi revelado "aos pequeninos." Mat. 11:25
SALVAÇÃO IMEDIATA
"Senhor, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino" foram as palavras do ladrão. Geralmente Deus nos dá mais do que pedimos. Sem dúvida este ladrão não tinha em mente uma manifestação futura do reino de Deus aqui na terra, mas Jesus lhe fez uma promessa para aquele mesmo dia.
?E disse-lhe Jesus; Em verdade ti digo que hoje estarás comigo no Paraíso." Luc. 23:43.
"Deixar este corpo, para habitar com o Senhor." I Cor. 5:8. Há ainda aspectos futuros da salvação, inclusive a ressurreição do corpo, mas Jesus salva imediatamente cada alma que confia nele. Nossa experiência de salvação começa na regeneração, continua na santificação e se completará na ressurreição.
Mesmo que esteja na hora da morte, você ainda pode ser salvo, como o malfeitor o foi, através da fé em Cristo. Mas se ainda tiver muito tempo para viver, porque vivê-la como o ladrão, roubando de si mesmo e de Deus as alegrias da salvação que poderiam ser suas agora mesmo? Confie em Jesus agora e ele o salvará agora!

Postar um comentário