quarta-feira, 25 de abril de 2012

PROMESSAS NA HORA DO MEDO


Realçamos o que Deus disse a Josué, líder de Israel no tempo da conquista, diante de inimigos que precisavam ser enfrentados: "Não os temas, porque os tenho dado na tua mão; nenhum deles te poderá resistir".

Aplica-se esta promessa a nós? É claro que sim.

No entanto, quero chamar a atenção para o fato de que o Evangelho não é um baú de promessas. As promessas do Antigo Testamento pressupõem dois compromissos por parte do ouvinte delas: santidade e sabedoria.

Santidade e sabedoria indicam que a ajuda do Alto não é auto-ajuda. Auto-ajuda é aquele varandão de frases feitas, dizendo que vamos vencer e que Deus está conosco. Ajuda do Alto é o conjunto das sinceras promessas de Deus, que, para serem recebidas, demandam santidade e sabedoria.

O santo, ao levar Deus a sério, fica habilitado a compreender a Sua vontade para conosco, mesmo em meio às tribulações.

O sábio ouve Deus falando na Sua Palavra e evita as armadilhas. A sabedoria é uma espécie de bênção antecipada de Deus, ao evitar problemas, que Deus não precisará mais resolver.

Fonte: http://www.prazerdapalavra.com.br/
Postar um comentário