terça-feira, 21 de agosto de 2012

Quando o deserto chega





Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome; E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães.[...] Então o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos, e o serviam. (Mateus 4:1-11).

Tétis (deusa da água) queria deixar seu filho Aquiles invencível por isso mergulhou-o num rio que o deixaria invulnerável, porém, quando ela o mergulhou o segurou pelo calcanhar, onde as aguas do rio não o tocaram, foi nesse ponto onde era vulnerável, que ele foi atingido por uma flecha envenenada e acabou morrendo. A partir daí, a expressão calcanhar-de-aquiles indica um ponto franco de uma pessoa.

Depois de um reavivamento sentimos que estamos espiritualmente invulneráveis.

Todos devem passar por um deserto. O Espírito levou Jesus ao deserto

A primeira tentação é a de confiar em nós mesmos e não em Deus.

E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome; E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães.Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus. (Mateus 4:2-4)

Devemos entender que não podemos fazer nada sem Deus.

Portanto, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram, tudo se fez novo! (IICo.5.17)

Somos todos pecadores.

a. Representa os desejos físicos

b. Jesus tinha a capacidade de transformar a pedra em pão.

c. Mas Jesus estava disposto a confiar em Deus.

A segunda tentação é a de não confiar na palavra de Deus.

Então o diabo o transportou à cidade santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo, E disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces em alguma pedra. Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus. (Mateus 4:5-7)

A Palavra de Deus deve ser confiável quando devidamente interpretada.

A doutrina é importante!

Porque a palavra de Deus é viva e eficaz. Mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até a divisão de alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e as intenções do coração.( Hb 4:12)

Representa poder

a. Somos tentados a seguir o “poder” em vez de Deus.

A terceira tentação é acreditar que o mundo tem mais oferta do que Deus.

Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles. E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás. (Mateus 4:8-10)

Três vezes no evangelho de João, Jesus refere-se a Satanás como o príncipe “deste mundo” (12:31, 14:30, 16:11)

Glória ou fama

a. Às vezes buscamos a glória e a fama deste mundo.

b. Mesmo em posições na igreja.

Conclusão

1. Jesus foi tentado a ser o messias que o povo queria que ele fosse.

2.Porque nós não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer das nossas fraquezas, mas temos alguém que foi tentado em todos os sentidos, assim como nós somos – porém, sem pecado. (Hb 4:15)

3. Você não está feliz de, termos um salvador, que esteve no deserto.

4. Nós somos tentados a

a. Confiar em nós mesmos (necessidades físicas)

b. Desconfiar da palavra de Deus (o poder)

c. Confiar no mundo (glória / fama)

5. O deserto é para que possamos provar a nossa fé


Pr. Aldenir Araújo
Por Litrazini
Fonte:http://www.reflexoesevangelicas.com.br 

Postar um comentário