segunda-feira, 28 de maio de 2012

A autoridade da Palavra de Deus


A autoridade da Palavra de Deus

Hb 4:12, = Is 55:10-11

1. A autoridade da Palavra de Deus sobre os fenômenos da natureza

1. Mc 4:35-39

II. Autoridade da Palavra de Deus para libertar o homem da opressão dos demônios

1. Lc 4:31-36

III. A autoridade da Palavra de Deus para operar milagres maravilhosos

1. Jo 5.2-9

2. Lc 7:11

IV. A Autoridade da Palavra de Deus para salvar, transformar o homem, até mesmo os perseguidores do Evangelho

1. At 7:58

2.At 8: 1-3

3. At 9: 1-2a

4. At 9: 20-22

É do conhecimento de todos os irmãos que em uma sociedade mais ou menos organizada.

A palavra de um homem só tem realmente autoridade se a mesma estiver apoiada pela lei.

Sabemos também que neste mundo, de diferentes costumes há conseqüentemente também diferentes tipos de leis.

De acordo com a forma de governo de cada país e que por trás como se diz:

Nos bastidores por debaixo do pano.

Sabemos que existem homens, que se empenham astuciosamente no sentido de abrirem brechas na lei.

Criando para tanto recursos com o fim de que eles lhes façam automaticamente intocáveis quando se virem envolvidos em alguma denúncia de fraude ou esquema ilegal.

E na atitude, permitam me dizer por estes mesmos homens, facilmente manipularem a grande massa.

Entanto quanto atrofiada depois de cada episódio escandaloso em que estejam envolvidos.

Acreditam mesmo por este motivo estarem acima do bem e do mal e que jamais se verão na adversidade.

Entretanto está determinado um dia em que quer queiram quer não todos sem exceção terão de comparecer diante de Deus para prestar contas de cada um de seus atos.

De modo que naquele dia, muitos se encontrarão em uma situação desfavorável diante de Deus.

Homens que aqui se destacaram, à ponto de se tornarem grandes líderes mundiais, mas que rejeitaram a Jesus,

Homens que aqui deixaram o seu rastro sujo de sangue na história,

Mas que no desfecho de tudo, assombrados admitirão diante da magnificência do Senhor que erraram em pensar que eram mais excelentes do que os demais homens.

E que havia mais autoridade na palavra deles do que na Palavra de Deus.

Deus é maior, se Ele levantar sua voz, a terra se derrete, pela sua repreensão seca-se o mar.

A voz do Senhor é poderosa e cheia de majestade.

A voz do Senhor quebra os cedros, e separa as labaredas de fogo, nela está contida total e real autoridade.

Sempre esteve e sempre estará.

Nós seres humanos somos morais e limitados, não foram as nossas próprias mãos que nos formaram, não foi a nossa voz que ressoou em meio as trevas, dizendo: haja luz e ouve luz.


Não foi também, pela ordenação da nossa palavra que a natureza logo veio a existência.

Estes fatos por si só deveriam bastar para que os homens, não mais resistissem a inefável e soberana autoridade da palavra de Deus.

No evangelho segundo escreveu o nosso irmão Marcos, no capítulo 4 e versículo 35 a 39. temos um exemplo claro desta submissão. Depois de o Senhor Jesus, haver pregado em parábolas, durante horas para uma grande multidão às margens do Mar da Galiléia.

Entrou num barco com os seus apóstolos, e navegando eles em direção a província dos gadarenos que fica em frente a Galiléia na outra margem, O Senhor estando cansado, devido a sua intensa maratona de pregações deitou-se na popa do barco sobre uma almofada e adormeceu,

E levantou- se neste intermédio um grande temporal de vento no mar.

E subiam as ondas por cima do barco, de maneira que já se enchia de água e em meio aquela situação propícia para a manifestação da fé em alguém.

Lamentavelmente prevaleceu a incredulidade.

Não por parte de todos os apóstolos presentes, senão por parte de quatro ou cinco que agindo de forma no mínimo precipitada despertaram a Jesus irreverentemente, Mestre, mestre não te importas que pereçamos.

Os demais conscientes e perplexos os observavam apavorados.

A bíblia nos revela que mesmo assim não levando em conta o que fizeram, o

Senhor serenamente, pois se de pé e repreendeu o vento e disse ao mar:

Cala-te, aquieta-te, e o vento e o mar se aquietaram e houve grande bonança. Por causa da palavra que está em sua vida em sua versatilidade, tem também poder de operar outros milagres maravilhosos.

Havia muito tempo um certo paralítico, que a beira do tanque de Betesda ansiava juntamente com muitos outros paralíticos, cegos e coxos, dar um mergulho em sua águas,

Por quanto um anjo descia de certo em certo tempo ao tanque e agitava a água e o primeiro que ali descia depois do movimento das águas sarava de qualquer enfermidade que tivesse,

E coincidentemente retomando Jesus de sua Segunda ida a Cana da Galiléia por ocasião de uma festa entre os judeus, Para a felicidade daquele paralítico, passou o Senhor por ali,

Fitando o Senhor os olhos naquele paralítico e em sua onisciência, sabendo que precisamente 38 anos se encontrava aquele homem naquela situação penosa.

Jesus perguntou-lhe diretamente: Queres tu ficar são?

E sem compreender em sua ingenuidade pensou ele ser Jesus o homem que ele aguardava um dia surgir, cheio de compaixão

E que de sua cama o tomaria em seus braços e o submergiria naquelas águas após terem sido agitadas pelo anjo.

E por esta causa sem saber de quem realmente se tratava, pois- se então naquele momento a suplicar-lhe num tom de profunda agonia:

Senhor não tem homem algum que quando a água é agitada me coloque no tanque, mas enquanto eu vou descer outro antes de mim entra,

E ao se expressar sobre o que o paralítico lhe dizia o Senhor o surpreendeu. Porque ao invés de o ter tomado de sua cama em seus braços para o submergir naquelas águas, disse-lhe:

Toma a tua cama e anda e instantaneamente ao ressoar desta palavra, aquele paralítico foi curado, e radiante de alegria tomou a sua cama e partiu.

Quem não se lembra juntamente conosco, que em uma certa ocasião presenciaram o Rei dos reis libertar por completo um homem que subsistia, visivelmente oprimido por um perigoso demônio.

Tamanho foi o espanto e a perplexidade entre os que presenciaram o fato que diziam uns aos outros:

Que palavra é esta que até os espíritos imundos manda com autoridade e poder e eles saem?

Agora bem mais espantados e perplexos com o que faz esta palavra. Ficaram com certeza os moradores de uma certa cidade chamada Naim, Por terem visto, como terminou o enterro de um jovem filho único de uma viúva da cidade,

Em que Jesus se fez presente, pois que no preciso momento em que o cortejo fúnebre saia pelo portão central da cidade em direção ao sepulcro,

De encontro ao mesmo chegava o Senhor acompanhado de muitos de seus discípulos e de uma grande multidão que o acompanhava,

E vendo Jesus já em sua expressão facial transpassada de dor daquela pobre viúva mãe do jovem defunto moveu-se de íntima compaixão por ela e disse-lhe:

Não chores, só que de imediato não compreendeu aquela viúva, Essa palavra que o Senhor lhe dissera, pois pensou ela tratar-se de mais uma palavra de consolo que realmente no seu íntimo, ela não queria

E chegando-se o Senhor tocou o defunto e os que o levavam pararam,

E ao ter dito, ao jovem em óbito: levanta-te, e de imediato ele assentou- se e começou a falar.

E o entregou então a sua mãe, que nesse momento tendo o filho novamente vivo nos braços, Compreendeu que aquela palavra que o Senhor anteriormente lhe havia dito, foi muito mais do que apenas uma simples palavra de consolo.

Como neste caso, aqui relatado, ela quebra as cadeias e põe fim a dor da separação, e não somente temos o poder de operar estes e outros milagres extraordinários. Como principalmente com a eficácia opera o maior de todos os milagres que é o de salvar e transformar o homem,

E agora, os que antes eram considerados a escore e o lixo da sociedade, passam a ser o sal da terra e a luz do mundo,

Com êxito elas salvam e transformam até as pessoas mais difíceis de se converter, e o trabalhar do Espírito Santo para as impelir ao arrependimento e dai a conversão

E como esta pessoa foi um dia, existem muitas por aí

Podemos dar graças a Deus, por causas das muitas outras pessoas, que a todo momento preferem antes confessar a Cristo publicamente,

O que é amor.A palavra que quebra grilhões e muda o coração do homem, e todos firmes no propósito de sempre buscar-mos aprender de Deus,

Permaneçamos íntegros e verdadeiros, aguardando o dia em que a direita do supremo e todo poderoso juiz veremos cair a máscara dos hipócritas,

Porque a palavra de Deus nos purifica e faz a diferença dando-nos as qualificações que incontestavelmente revelam a decadência moral e espiritual daqueles que não refletem o que somos,

Mas a palavra de Deus que sobre qualquer circunstância nos faz triunfar responde por nós salvando e transformando até mesmo aqueles obstinados e hostis

Que se põem desumanamente como barreiras entre nós os embaixadores de Deus e as almas carentes.

A perseguição violenta contra nós servos de Deus;

Promovida por eles mesmos continua sendo ou melhor nunca deixou de ser a principal estratégia usada por satanás para tentar calar a Igreja do Deus vivo na terra,

Foi exatamente o que aconteceu com a Igreja do Senhor em Jerusalém, quando ela surgia crescendo de forma que estava atraindo a atenção de todos a si,

E causando com isso incômodo nos que com atitudes extremas se mostravam contrário a sua edificação,

Tamanho era o desempenho crescente da igreja que fez-se necessário em caráter de urgência para que os apóstolos pudessem se dedicar integralmente as orações e ao ministério da palavra

Que se separassem dentre os discípulos sete homens de boa reputação cheios do Espírito Santo e sabedoria

Posso lhes afirmar que ele procura atingir sempre em primeiro lugar aquele crente sincero e virtuoso, que esteja desempenhando bem a sua função estabelecida pelo Altíssimo,

E entre os que foram escolhidos para auxiliarem os apóstolos como, diáconos lá estava Felipe,

Um instrumento na mão de Deus, que posteriormente a ter se mostrado eficiente a este chamado veio a revelar-se um extraordinário evangelista na cidade de Samaria

E também Estevão que por sua postura e constância na obra do Senhor,

Veio a ser o pivô de uma terrível e sangrenta perseguição que naquele período se levantou contra a igreja do Senhor em Jerusalém

O escritor do livro Atos dos Apóstolos, descreveu Estevão como senso um homem cheio de fé e poder que fazia prodígios e grandes sinais entre o povo, um homem que quando falava de forma simples e direta do puro e límpido evangelho de Cristo.

Fazia com que os que se lhe opunham ficassem emudecidos sem verem a possibilidade de terem argumentos coerentes para contradizê-Io

Deste modo então, incitaram o povo os Anciãos e os escribas e com essa ação conseguiram-no levar ao Sinédrio,

Uma espécie de superior tribunal dos antigos judeus, que em Jerusalém tratava de questões religiosas envolvendo a Lei de Moisés,

E lá dentro, em quanto pessoas sem escrúpulos novamente apresentavam falsos testemunhos contra Estevão,

Todos que estavam presentes fixando os olhos nele viram claramente o seu rosto como o rosto de um anjo,

E quando pois irado e num tom de afirmação o sumo sacerdote perguntou-lhe:

“E verdade Estevão o que estem depõe contra ti?”,

Estevão então não se intimida confiante e bem disposto decide expor a sua vida ao ódio e vontade de seus inimigos pela verdade em favor de cada vírgula das palavras do evangelho,

Sabemos que acima de nossos receios e temores a palavra de Deus,

Tem que fluir ainda que a perversidade acrescentem mais perversidade continuaremos a dar o nosso testemunho de cristãos,

Estevão mesmo que sendo o centro das atenções, encurralados não apavorou pelo contrário,

Homens de duras servis e incircuncisos de coração e ouvido, vós sempre resistis ao Espírito Santo,

Assim vós sois como os vossos pais, a qual dos profetas não perseguiram vós pais? Até mataram os que anteriormente anunciaram a vinda do justo,

Mas como culpados que eram ao ter chegado aos seus ouvidos,

As palavras conclusórias do sermão de Estevão, como poderia deixar de ser, endurecidos rangiam os dentes contra o servo do Senhor

E a ira dos mesmos, se agravou ainda mais quando Estevão cheio do Espírito

Santo, e com os olhos fitos no céu, passou a declarar

Que estava vendo nitidamente como viam a ele, a glória de Deus, e Jesus em pé a direita do trono da Majestade eterna,

Neste momento então deram fortes gritos, taparam os ouvidos e arremeteram todos unânimes contra ele, e o expulsando da cidade o apedrejavam

E Estevão totalmente ferido e ensangüentado sentindo a sua vida, se esvair de si, e tendo Estevão expirado,
E os que testemunharam o trágico desfecho da violenta investida de que ele foi vítima,

Depuseram as suas vestes aos pés de um jovem chamado Saulo, porque o mesmo foi favorável a morte de Estevão.

E naquele dia um destemido, o admirado servo do Senhor tombou com graça nesta terra.

Mas foi sob estas condições que a igreja do Senhor mais cresceu e se fez conhecida, e naquele mesmo dia.

Todos os membros pertencentes a igreja do Senhor em Jerusalém foram dispersos pelas terras da Judéia e Samaria exceto os apóstolos,

E como Estevão selaram a sua fé com o próprio sangue, e Saulo respirando ainda ameaças e morte, contra os discípulos do Senhor,

Dirigiu-se ao sumo sacerdote e pediu-lhe cartas de recomendação para as sinagogas de Damasco,

A fim de que, se encontrasse quer fossem homens, quer fossem mulheres servindo a Jesus, os trouxessem presos para Jerusalém.

Agora irmãos, como não dar glória a Deus, pelo fato de em meio a uma terrível e devastadora perseguição como esta,

Virem a ser converter uma expressiva quantidade de pessoas que contribuíram de alguma forma para a execução dos servos de Deus,

Por este mesmo processo passou Saulo, tendo ele em mãos as cartas dadas pelo sumo sacerdote,

Pois-se a caminho de Damasco a fim de promover a sua caçada aos servos de Deus,

Mas próximo da cidade subitamente o cercou um esplendor de luz vinda do céu,

E veio-lhe também, a palavra de Deus Todo Poderoso,

E operou nele uma radical metamorfose, mudando ali mesmo,

Saulo se uniu aqueles a quem ele pretendia fazer o mal,

E logo nas Sinagogas pregava a Jesus, que este era o filho de Deus,

E todos os que o ouviam estavam atônitos e diziam: “Não é este o que em Jerusalém perseguia os que invocavam este nome,

E para isso veio aqui, para os levar presos aos principais dos sacerdotes?

Saulo porém, se esforçava muito mais e confundia os judeus que habitavam em Damasco,

“Senhor Jesus, tu és superior ao que eu jamais imaginei, apesar das adversidades, a felicidade encontrei em te servir, ajuda-me a nunca me perder de ti”,

Amém


Postar um comentário