terça-feira, 27 de março de 2012

OMG News: Marco Feliciano fala sobre escândalos e a "podridão eclesiástica"

OMG News: Marco Feliciano fala sobre escândalos e a "podridão eclesiástica":
Marco Feliciano

Por The Christian Post

O pastor e deputado federal (PSC/SP), Marco Feliciano, se pronunciou na última segunda-feira, 26, em seu site sobre o que chamou de “podridão eclesiástica”, em referência aos embates entre a Igreja Universal do Reino de Deus de Edir Macedo e Igreja Mundial do Poder de Deus, do apóstolo Valdemiro Santiago.

“Quando dois leões lutam entre si, nenhum vence, ambos saem feridos”, citou Feliciano. Segundo ele, o efeito dos escândalos expostos na mídia é o esvaziamento da igreja, e o descrédito das pessoas na fé e no sagrado, além de afetar seriamente a arrecadação dos dízimos necessários para o sustento das igrejas.

Fazendo uma comparação entre a situação atual da igreja no Brasil como todos os seus “escândalos” com a passagem bíblica da Arca de Noé, ele afirma: “por pior que seja conviver numa igreja cheia de podridão eclésiastica, a igreja é como a Arca de Noé, ruim dentro dela? Um bilhão de vezes pior fora dela!”

Segundo o texto, apesar dos problemas vividos pela igreja, ainda existem crentes fiéis que, por meio do bom testemunho e práticas bíblicas, continuam como bons exemplos de boas ações cristãs.

As disputas entre os líderes da Universal e Mundial estão chamando a atenção devido a reportagens veiculadas na Record, pertencida a Edir Macedo, que tem “denunciado” o que chama de enriquecimento ilícito de Valdemiro Santiago, mostrando propriedades adquiridas por ele.

Santiago, por sua vez, manda recados por meio de seus cultos veiculados em emissoras de TV dizendo que está sendo “perseguido” e desafiando Macedo a abrir sua conta bancária para a Justiça.

Segundo análises veiculadas pela mídia, a Mundial tem levado grande número de fiéis da Universal, o que tem afetado a arrecadação da mesma, levando à “guerra” entre as igrejas.

Feliciano incentiva a que os cristãos “abram a escotilha”, em referência à Arca, e “observem a desgraça existente num mundo sem Deus, onde o capitalismo engole as almas que não se saciam com o que tem e lhes roubam o sono”.

Ele insta a que os cristãos não deixem de congregar citando a promessa bíblica de que a igreja seria edificada, mesmo em meio a tribulações, escândalos e fatos que a desacreditam.

Postar um comentário