domingo, 20 de maio de 2012

PÂNTANO



Um riacho de águas limpas e cristalinas serpenteava lindos montes e cortava a floresta dividindo-a; em certo ponto do seu percurso viu que à sua frente havia um pântano sujo, por onde teria que passar. Triste, ele disse a Deus: 

– Senhor, que chato! Sou límpido, belo, e me exiges atravessar esse pântano sujo?

Deus respondeu: "Depende do seu modo de encarar o pântano. Se tiver medo, vai reduzir o ritmo de suas águas, dá voltas e, certamente misturar-se nele. Porém, se enfrentá-lo com rapidez, força e coragem, vai abrir caminho na lama; deixar para trás parte de suas águas, mas o vencerá. O que é perder parte das águas, comparado a tragédia de virar pântano?" 

Assim é a vida. Temos nossos problemas e desafios. Muitas vezes questionamos a Deus e com o coração angustiado pensamos em desistir. Se pararmos de lutar a lama e os obstáculos nos fará perder a fluidez e a força e, iremos aos poucos, nos tornando pântano. Porém, aquele que aceitar com confiança os planos de Deus e enfrentar os desafios com a fé e a coragem dos filhos de Deus, dominará seus pensamentos, firmará os seus passos no caminhos e transformará os seus sonhos em realidade e alcançará a paz mesmo em meio as águas escuras e lamacentas do caminho.


Fonte: Caminhos e Veredas
Postar um comentário