sexta-feira, 4 de maio de 2012

Viva Melhor e mais Feliz!



                                                                                                                  Todas as pessoas experimentam conflitos relacionais. Alguns conflitos não podem ser modificados. Mas jamais poderemos transformar os conflitos em algo positivo até que os enfrentemos.

Fugir dos conflitos não é a solução. O poeta português Luis de Camões afirmou que não se aprende na fantasia, sonhando, imaginando ou estudando somente. Aprendemos vendo, tratando e pelejando.

Prevenir é sempre o melhor remédio. Devemos aprender a não perpetuar os mesmos erros de pessoas insensíveis e irredutíveis que, de contínuo, ferem e causam infelicidade àqueles que convivem com elas. Conflitos são, até certo ponto, normais. Ninguém pode viver inteiramente livre deles.

Na verdade, não são os conflitos que acabam com as melhores ou piores relações. O que determina o fim do relacionamento são as atitudes e decisões que tomamos diante das discórdias.

"Um relacionamento que dá certo é um edifício que tem que ser construído todos os dias." Thomas Fuller

Quem age motivado pela ira, mentira, amargura, irritabilidade e infidelidade, jamais é feliz.

É a paz que alicerça o amor, e não a ira.

É a verdade que promove a confiança, e não a mentira.

É o perdão que traz a reconciliação, e não a amargura.

É a sensibilidade que permite o diálogo, e não a irritabilidade.

É a fidelidade que garante que o relacionamento será capaz de durar até à morte, e não a infidelidade.

Esquecer estas verdades é um convite ao desastre. Mude suas atitudes ou viva com as conseqüências. A escolha é sua.

"Uma vitória dentro de nós é mil vezes mais gloriosa do que qualquer vitória fora de nós." Henry Ward Beecher

A meta do relacionamento nunca foi e nunca será a destruição ou extinção da família, mas o saneamento e a purificação das relações que existem entre os seres humanos.

As oportunidades aparecem quando os obstáculos são superados; problemas são eliminados abrindo caminhos para o entendimento, a maturidade e o crescimento.

O relacionamento deve evoluir e transformar-se, e não deteriorar-se. Tudo isso para você poder viver plena e abundantemente a experiência do amor.

O amor atravessa barreiras, une extremos e transforma tudo pôr onde passa; guiado pôr ele, você supera dificuldades, vence limitações, ultrapassa conflitos e alcança aquilo que julgava impossível.

Dr. Silmar Coelho

Por Litrazini

Graça e Paz




Moacir Neto - Lidiomar Granatti http://www.reflexoesevangelicas.com.br
Postar um comentário