sábado, 3 de março de 2012

Lição 10 - Uma Igreja Verdadeiramente Próspera, 04 de Março de 2012, Subsídio I: Professor Érick

Lição 10 - Uma Igreja Verdadeiramente Próspera, 04 de Março de 2012, Subsídio I: Professor Érick:






Oliveira Verdadeira - Israel
Enxertados no Reino de Israel - O Reino de Deus



"Estou falando a vocês, gentios. Visto que sou apóstolo para os gentios, exalto o meu ministério, na esperança de que de alguma forma possa provocar ciúme em meu próprio povo e salvar alguns deles. Pois se a rejeição deles é a reconciliação do mundo, o que será a sua aceitação, senão vida dentre os mortos? Se é santa a parte da massa que é oferecida como primeiros frutos, toda a massa também o é; se a raiz é santa, os ramos também o serão. Se alguns ramos foram cortados, e você, sendo oliveira brava, foi enxertado entre os outros e agora participa da seiva que vem da raiz da oliveira, não se glorie contra esses ramos. Se o fizer, saiba que não é você quem sustenta a raiz, mas a raiz a você. Então você dirá: "Os ramos foram cortados, para que eu fosse enxertado". Está certo. Eles, porém, foram cortados devido à incredulidade, e você permanece pela fé. Não se orgulhe, mas tema. Pois se Deus não poupou os ramos naturais, também não poupará você. Portanto, considere a bondade e a severidade de Deus: severidade para com aqueles que caíram, mas bondade para com você, desde que permaneça na bondade dele. De outra forma, você também será cortado". (Rm 11.13-22)

Esse trecho trás muita confusão em sua interpretação real, inclusive muitos não sabem que se trata da relação do gentio, com os Judeus e com o Reino de Deus. Pois, sabemos que Israel e todo o seu povo foi escolhido por Deus desde os primórdios da humanidade, mas será que Deus fez isso porque queria condenar o resto do mundo? Por que só um povo seria salvo? Por que só uma nação era digna de ser escolhida? E os outros povos? Onde fica a justiça de Deus? São essas questões que iremos debater aqui.







Zambujeiro - Oliveira Brava
Deus por sua onisciência e justiça jamais condenaria pessoas que não teriam a oportunidade de conhecer o seu caráter! Em nenhum momento da Bíblia vemos que Deus só queria salvar o povo de Israel, pelo contrário, desde o Éden Ele havia arquitetado um projeto para a salvação de toda a humanidade, independente de ser de nacionalidade israelita ou não. Quando Adão pecou Ele disse a serpente: "Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendêcia e o seu descedente; este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar" (Gn 3.15) já prevendo a descendência divina de Cristo que se realizaria em uma mulher chamada Maria, por isso, mostrando que já possuía um plano para o seu povo escolhido e em consequência disso para toda a humanidade.
Alguns pensam que só um povo seria salvo, mas como disse anteriormente, o plano estratégico de salvação elaborado por Deus tinha o objetivo de atingir toda a humanidade, não obstante, Paulo na referência supracitada, é bem claro, o povo escolhido rejeitou a salvação de Cristo, pois Ele veio para o seu povo e eles não o receberam (Jo 1.11), por isso, deu o direito a todos os quantos o receberem serem chamados de filhos de Deus, ou melhor, todos agora fazem parte da Oliveira verdadeira, que é o Reino de Deus, a Israel espiritual, por isso, Paulo fala que "olhe vocês gentios foram alcançados pelas misericórdias do Senhor, e por alguns galhos (judeus) não quererem está enxertados na Oliveira verdadeira (Reino dos Céus)", por isso, os gentios não devem se acharem como superiores aos ramos que agora estão cortados, mas que a qualquer momento Deus, pode restaurar estes ramos, "pois é mais fácil Deus restaurar e reenxertá-los do que incluir os gentios na primeira oportunidade" (v.24) Bíblia de Estudos Vida Nova.
A justiça de Deus é imparcial e completa, jamais o Senhor através de seu Filho amado, Jesus o Cristo, deixaria de fora os outros povos de todo o mundo em que vivemos, pois o próprio Cristo afirma "Ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura!" (Mc 16.15), depois também falou "... e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra (grifo meu)", mostrando que Deus não estava interessado em salvar simplesmente o povo judeu ou israelita, como queiram chamar, mas que o Seu interesse é que nenhuma alma pereça, mas que conheça a justiça e a glória do Altíssimo.
Portanto meus irmãos, não sejamos ignorantes acerca destas coisas, pois sabemos que estamos enxertados de forma integral na Oliveira verdadeira (A Israel espiritual, ou reino de Deus) e que não somos mais da Oliveira brava, ou seja, não somos mais do tempo da ignorância, pois conhecemos a verdade e ela nos libertou, ou melhor, a verdade do sacrifício de Jesus Cristo na cruz, essa é a maior de todas as verdades, que pode salvar qualquer homem e mulher que estejam ligados em Deus e em seu Reino de justiça e amor.

Para continuar lendo clique aqui...
Postar um comentário