quinta-feira, 22 de março de 2012

SOMENTE EM JESUS TEMOS A VERDADEIRA PROSPERIDADE

SOMENTE EM JESUS TEMOS A VERDADEIRA PROSPERIDADE:
SOMENTE EM JESUS TEMOS A VERDADEIRAPROSPERIDADE

Texto Áureo: “O ladrão não vem senão a roubar, a matar e a destruir; eu vimpara que tenham vida e a tenham com abundância. (Jo 10.10)

Verdade prática: A vida abundante não consiste em negar as adversidades, mas emfazer da suficiência em Cristo a nossa confiança, quer em meio à alegria, querem meio à tristeza.

Amados equeridos irmãos, com a graça do nosso Senhor Jesus Cristo e a ajuda do EspíritoSanto de Deus chegamos á mais um final de trimestre. Tenho certeza que aqueleirmão ou aquela irmã que tem um coração voltado para a Palavra de Deus,juntamente comigo e os milhares de outros irmãos, vão levar em suas vidaslições preciosas enquanto estivermos nesta terra aguardando a volta do SenhorJesus.

Em primeirolugar louvo á Deus sinceramente pela vida do irmão José Gonçalves e também pelainiciativa de toda equipe da CPAD que se colocaram corajosamente eoportunamente á disposição do Senhor Deus para trazerem ao nosso entendimentoum tema tão importante quanto este; ainda mais nestes tempos em que oegocentrismo, materialismo e humanismo e muitos outros “... ismos” existentespor ai levam o homem para um caminho muito afastado D’aquele que leva aos céus,sendo que o mais triste é que estes movimentos não assustam por estarem nomundo, pois este jaz no maligno (1 Jo 5.19), mas intrigam por estarem achando“brechas” em meio ao povo que se diz povo de Deus, e justamente alguns dentreeste povo estão sendo engodados por tais ensinamentos e modo de vida, e quandoalguém traz à luz da Palavra de Deus a Verdade como deve ser tais pessoaspassam á serem consideradas antiquadas, “quadradas”, “santarrões”, etc.

Se bem que oapóstolo Paulo já havia dito: “Verdade éque alguns pregam a Cristo por inveja e porfia, mas outros de boa mente; unspor amor, sabendo que fui posto para defesa do evangelho; mas outros, naverdade, anunciam a Cristo por contenção, não puramente, julgando acrescentaraflição às minhas prisões. Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciadode toda a maneira, ou com fingimento, ou em verdade, nisto me regozijo e meregozijarei ainda (Fp 1. 15-18)”.

I - “... porque sem mim nada podereis fazer(Jo 15.5c)” – O CUIDADO DO SENHOR DEUS COM SEU POVO.

Não quero aquitrazer definição alguma sobre teologia da prosperidade, nem sobre a introduçãodeste movimento, também nem o que define prosperidade, pois já temos aprendidoque prosperidade de verdade em suma é viver com Cristo, ou melhor, poderiaresumir nesta passagem em Gálatas 2.20: “Jáestou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e avida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, ese entregou a si mesmo por mim”.

Além do mais,já foi bastante decorrido sobre o tema, sobre dízimos e ofertas, sobre bensmateriais, sobre bênçãos espirituais, sobre providencia divina, sobreauto-suficiência, etc. Pois também resumiria nestes versículos: “E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deusde todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento... Amaráso teu próximo como a ti mesmo... Destes dois mandamentos dependem toda a lei eos profetas. Mateus 22. 37-40”.

Mas tomando porbase o versículo supracitado por Jesus, fico á analisar na bondade eprovidência divina desde tempos antigos para com aqueles que Ele escolheu paraSua propriedade peculiar.

Entre os quaiscito alguns dos muitos aspectos concedidos pelo Senhor: Para Adão providenciouum jardim; depois quando parecia que sua família estava totalmente destruída,levantou entre seus descendentes uma geração piedosa. Para Enoque aoportunidade de não provar a morte. Para Noé e sua família uma arca livrando-osda destruição pelo dilúvio. Para Abraão um filho, uma terra, um povo escolhido,um concerto eterno. Para Judá uma linhagem. Para Levi um ministério. Para Joségrandes e numerosas surpresas. Para Moisés a visão de Sua Glória. Para Josué asgrandes conquistas. 

Para Rute umremidor. Para Ana um filho, um profeta, um sacerdote, um juiz, um Samuel. ParaDavi um reino e uma aliança, o perdão, a restauração. Para Salomão sabedoria euma inédita construção. Para Ezequias a cura. Para Isaías a chamada do Santo. ParaElias a voz mansa e delicada. Para Eliseu a porção dobrada. Para Jeremias oconsolo das lágrimas. Para Ezequiel as visões. Para Daniel o EspíritoExcelente, para seus amigos o milagre dentro da fornalha.

Para Zorobabel,Esdras, Neemias, Ageu, Zacarias e Malaquias o retorno, a reconstrução areedificação. Para Zacarias e Isabel o filho precursor do Messias. Para Maria amaternidade do filho de Deus. Para Simeão e Ana a contemplação do Filho de Deus.Para João o batismo de Jesus. Para os verdadeiros apóstolos a inauguração daigreja, a visão da ascensão, a descida do Espírito Santo. Para Pedro: apascentaminhas ovelhas. Para Paulo: vaso escolhido. Para João: revelações de JesusCristo aos seus servos das coisas que em breve irão acontecer. Para Tiago avida consagrada. Para Timóteo: desperta a dom que há em ti. Para Judas: Eis queé vindo o Senhor...

Para a Sua igrejao nascimento de Jesus, Sua morte e ressurreição, Sua Palavra, Sua Presença, SeuEspírito Santo, o Perdão dos Pecados, o nome escrito no livro da vida, acomunhão com Seu Sangue e Seu corpo, o Arrebatamento e as Bodas do Cordeiro.

Para nós Seusservos, Sua igreja na atualidade, todas estas bênçãos, e também esta lição...
Para Jesus acruz, mas antes de da fundação do mundo, a Eterna Soberania, o Nome sobre todonome, o Trono, o Poder, o Juízo, a Glória, o Eterno Salvador...


CONCLUSÃO

Isto sim é serpróspero, isto sim é depender da superabundância em Deus.
Então praencerrar este trimestre deixo esta pergunta: Para que serve? . . .
Para que servetanta concorrência? Para que serve tanto materialismo? Para que tanta coisa quedesagrada ao Senhor? Etc.

Que Jesus nosguarde de virarmos ás costas para Ele. Mas minha oração por mim e por todos nósé que vivamos abundantemente em Cristo que nos abençoará e nos prosperará cadavez mais de acordo com Sua vontade.




QueDeus nos abençoe hoje e sempre.
Amém.


Pb. Thiago R. Teixeira


Postar um comentário