segunda-feira, 26 de março de 2012

A Vereda do Cristão

A Vereda do Cristão:

Nossa, essa pessoa está falando comigo, Deus mostrou para ela tudo que eu estou passando!

Ihh!! Ela esta mandando ir pra frente; e agora? Vou ou não vou? Bom, já estou aqui mesmo, eu vou.

Que lindo!! Que alegria em meu peito! Quer dizer que agora Deus mora em meu coração, que sou outra pessoa?

Éh, nosso amigo entrou na vereda do céu, Que grande avenida tem pela frente, cheia de semáforos, cruzamentos, desvios, atalhos; Ahh se não fossem esses desvios e atalhos, tudo seria mais fácil.

Logo no início, o cruzamento do amor de Deus. Abraços, palavras de incentivo, amor, carinho, confraternização. Maravilhoso! Pena que não podemos ficar parado, por conta de gerar congestionamento.

Cruzamento dos DONS
Uma parcela da graça que recebemos de Deus na forma de dons e devemos gerenciá-los sabiamente, ou agir como administradores. Nossas dádivas divinas, ou dons espirituais, não nos são dadas para que as retenhamos conosco. São nossas para serem usadas no sentido de promover o reino de Deus no mundo presente.

É o Espírito Santo quem decide quem recebe os dons e, os distribui como quer. Em 1Co.12.4-10 lemos: “Ora, os dons são diversos... mas a manifestação do Espírito é concedida a cada um, visando a um fim proveitoso. Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência; E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar; E a outro a operação de maravilhas; e a outro a profecia; e a outro o dom de discernir os espíritos; e a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação das línguas. 
 
Olha a placa de indica o cruzamento do FRUTO
O fruto do Espírito é o resultado da operação do Espírito na vida do salvo, o qual, ligado intimamente à vida de Jesus, produz em sua própria vida aquelas características preciosas da personalidade e dos sentimentos que havia em Jesus: “Pois nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que também a vida de Jesus se manifeste em nossa carne mortal” - II Co.4.11.São qualidades do caráter de Deus que o Espírito Santo nos transmite quando confiamos em Jesus e obedecemos suas ordens. O fruto é o que resulta da vida de plena comunhão com Cristo. Ao passo que os dons são dados, o fruto é gerado em nosso interior. O mais interessante é que os dons podem ser imitados, porem o fruto nunca o será; em seu todo é um e indivisível. Os dons identificam o que fazemos, e o fruto mostra o que somos, a saber: a alegria, amor, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão e domínio próprio.

A avenida está ficando mais estreita, mas olha esse cruzamento é o das Obras da carne
Enquanto o fruto do Espírito é um e indivisível, as obras da carne são mais de uma. As obras da carne podem ser caracterizadas como pecados da carne. Conforme Galatas 5.19 a 21, são elas: adultério, prostituição, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus. 

Quando o ser humano peca, quando faz alguma coisa que seja errada ou condenável pela Bíblia, nada estará fazendo contrária à sua natureza. Gritar, xingar, amaldiçoar, mentir, aproveitar-se da situação, roubar, e coisas tais, são inerentes à condição humana.

O natural é cometer pecado, e ter as obras da carne presentes em nossa vida. O sobrenatural é vencer a carne. “Os que andam em espírito, não se curvam aos desejos da carne” (Gl. 5.16)

Se não lutarmos contra a nossa natureza vil e perversa, seremos dominados por ela, e as obras da carne se farão presentes em nossa vida, isso significa que nosso espírito carnal dominará nosso ser. Então, o Espírito de Deus se entristece, deixando-nos um vazio, e uma angústia em nossas almas e em nossos corações.

O detalhe que não pode ser esquecido nessa vereda do cristão é que as obras da carne fazem desvios e ou atalhos que pode complicar e comprometer o sucesso dessa caminhada para o céu. Normalmente, esses desvios ou atalhos, além de atrasar trazem muita dor sofrimento, impedindo o cumprimento dos propósitos e promessas de Deus em nossa vida.

A avenida virou rua, ficou estreita e escura? Tá doendo?

Qual será o atalho que você pegou? Será  o do orgulho da soberba, da desonra...?

Mas ainda há tempo, basta arrepender-se, confessar o pecado, pedir perdão ao Senhor e voltar para  a vereda do cristão. 1João.1.9  Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.

Lidiomar T. Granatti - (Litrazini)

Graça e Paz

Moacir Neto - Lidiomar Granatti http://www.reflexoesevangelicas.com.br Comente nossos posts, siga-nos no Twitter e no Facebook, divulgue nosso blog, pois nossa intenção é levar o Reino de Deus até os confins da terra, e você pode ser instrumento de Deus para isso.
Postar um comentário