terça-feira, 17 de abril de 2012

PASTORAS?! MARINA SILVA ORDENADA PASTORA NA ASSEMBLEIA DE DEUS .


 Por Jefferson Rodrigues
Mulheres pastoras? Serão novos tempos na Assembleia de Deus? Sem dúvidas não vejo pergunta mais adequada do que esta para a recente notícia da ordenação à pastora da ex Senadora e ministra do meio ambiente Marina Silva!  Minha surpresa se dá principalmente em razão do extraordinário fato acontecer dentro de uma denominação enraizada em suas próprias tradições e costumes como é o caso da AD. Mas não poderia concluir sem deixar a provocação: é Bíblico o ministério pastoral feminino?

Mesmo diante dos diversos pontos contrários a minha posição (sei que existirão muitos), não consigo visualizar numa análise clara a luz da Palavra de Deus a possibilidade de uma mulher exercer a função pastoral. Falo não com um olhar machista como muitos (as) já estão me taxando, mas falo do ponto de vista Bíblico. NÃO HÁ qualquer referência ao papel pastoral feminino na Palavra. Este fato de modo algum desmerece a importância da mulher, especialmente no ministério de Jesus, pois elas foram presentes em toda a sua trajetória na Terra, em sua vida (Lucas 1. 26; João 8.10), morte (João 19.25) e ressurreição, inclusive tendo Ele primeiramente se manifestado a uma mulher, no caso Maria Madalena, após sua ressurreição (Mateus 28.1).
Com isto entendemos que realmente o Mestre Jesus valorizou sobremaneira o papel feminino, contudo, em momento algum concedeu o papel de liderança da Igreja a mulher, como fica claro em todo livro de Atos (Atos 15.7), ou ainda através  da afirmação do próprio apostolo Paulo, que diz: “Reconhecendo a graça que me fora concedida, Tiago, Pedro e João, tidos como colunas, estenderam a mão direita a mim e a Barnabé em sinal de comunhão[...]”(Gálatas 2.9)
Sei que há inúmeras idéias favoráveis a ordenação feminina, contudo, para validar tais posições torna-se necessário um enorme malabarismo cultural, e uma exegese extravagante aos textos neotestamentários. Não quero com isto, negar que o fator cultural e temporal deve ser observado. Acredito que sim! Antes porém, creio que se Deus não concedeu tal posição a mulher, nem deixou em sua Palavra subsidio para tal, nós não deveríamos forçar uma situação contraria.
Em outra oportunidade, falaremos mais sobre o tema. Amém?
Em Cristo,
 Jefferson Rodrigues
Postar um comentário